O conceito de employer branding está ligado à construção da imagem e reputação de uma empresa perante o público, sobretudo o interno.

Mas, para terem essa percepção, os colaboradores precisam enxergar a empresa como um dos melhores lugares para se trabalhar.

Portanto, falar sobre employer branding é falar sobre atrair e reter talentos, principalmente em meio a competição por talentos.

Nesse sentido, o setor de Recursos Humanos precisa compreender que é fundamental trabalhar de maneira positiva a experiência do candidato.

Deseja entender um pouco mais sobre o assunto e saber como fortalecer a marca empregadora da empresa onde você atua?

Então continue conosco e boa leitura!

Employer branding: o que é?

O significado de employer branding, em português, é “marca do empregador”.

É a imagem ou fama que a empresa possui como empregadora. Em outras palavras, é a reputação da organização diante de seus funcionários e do mercado, de maneira geral.

Mas, o que é levado em consideração na formação dessa imagem?

Confira a seguir, alguns dos fatores importantes no processo de construção do employer branding:

Enfim, todos esses pontos são avaliados pelos colaboradores, moldando suas percepções sobre a empresa.

Afinal, todo e qualquer tipo de interação entre empresa e colaboradores contribui para construir a marca empregadora.

Despertando nos colaboradores o “orgulho em pertencer”

O employer branding otimiza os processos de recrutamento e seleção, favorecendo a escolha dos talentos mais qualificados para uma determinada posição.

Além disso, essa é uma estratégia que ajuda a atrair candidatos conectados com os valores e a cultura da empresa.

employer branding

Assim, o departamento de RH tem mais chances de acertar na contratação.

Consequentemente, a empresa terá melhores resultados, visto que colaboradores satisfeitos são mais engajados e produtivos, o que ajuda na redução das taxas de turnover.

Mas, afinal, o que faz com que um candidato escolha uma determinada empresa para trabalhar?

Como a marca empregadora conecta pessoas através de um propósito?

Bem, atualmente, as pessoas preferem trabalhar numa companhia cujo propósito faz sentido para elas.

Estamos falando de valores e causas com as quais este colaborador se identifica e que despertam nele o sentimento de orgulho em fazer parte do time.

Como exemplo, podemos destacar a relevância da diversidade e inclusão, pautas que ganharam destaque nas organizações nos últimos anos.

employer branding definição

O que se espera é que as empresas se posicionem quanto ao assunto, mostrando como ele é debatido internamente.

Afinal, o tema pode influenciar a decisão de muitos candidatos na hora de escolher trabalhar na empresa ou não.

Segundo o LinkedIn, empresas com um employer branding  positivo recebem duas vezes mais aplicações para vagas em comparação àquelas que possuem uma reputação negativa.

Por isso, é fundamental que a empresa defina seu posicionamento diante dos colaboradores e profissionais do mercado.

Por que o employer branding é tão vantajoso para a empresa?

A princípio, investir na construção de um employer branding que esteja alinhado aos objetivos da empresa gera diversas vantagens como, por exemplo:

torna a empresa mais atrativa para os melhores talentos.

uma vez que os colaboradores se sentem mais satisfeitos e valorizados na empresa, a rotatividade tende a diminuir.

com o fortalecimento da marca empregadora, a empresa pode reduzir até 43%, em média, o custo por candidato contratado.

organizações com uma boa reputação têm mais visibilidade no mercado e, também, mais chances de atrair novos clientes.

.

Conheça 3 marcas que são referências em employer branding

Em vez de correr atrás do melhor talento, por que não trazê-lo até à empresa naturalmente, isto é, sem nenhum esforço?

Com ações bem estruturadas de employer branding isso é perfeitamente possível!

Tanto que separamos alguns exemplos de empresas que construíram marcas empregadoras bem sólidas e hoje servem de inspiração para outras organizações.

Estamos falando de marcas como:

1.    Google

2.    Netflix

3.    Netshoes

1. Google

significado employer branding

O Google está entre as empresas mais cobiçadas pelos candidatos que disputam uma vaga na área de tecnologia. Sem exageros, milhares de profissionais desejam uma oportunidade na empresa.

Uma das táticas utilizadas pelo Google para atrair e reter talentos é o employee experience, estratégia de gestão de pessoas focada no engajamento do colaborador.

Ademais, entre as boas práticas de employer branding, também podemos destacar a oferta de plano de carreira, entre outros benefícios.

2. Netflix

emmployer branding o que é

A gigante do mercado de streaming é uma das empresas mais bem avaliadas na plataforma Glassdoor.

Suas ações de employer branding são muito eficientes, pois influenciam na qualidade de vida e no bem-estar dos colaboradores.

Além disso, também ajudam a promover uma cultura de equilíbrio entre a vida pessoal e profissional do funcionário.

3. Netshoes

A Netshoes é uma empresa brasileira de e-commerce especializada em artigos esportivos.

Devido ao seu rápido crescimento, enfrentou problemas relacionados ao recrutamento e à disseminação da cultura interna para os colaboradores.

Mas, quando começou a trabalhar seu employer branding, a empresa apostou em campanhas e estratégias de marketing para promover a marca empregadora nas mídias digitais.

Com essa estratégia, a Netshoes deixou de ter dificuldades para contratar, tornando-se um dos melhores lugares para trabalhar.

Como criar o employer branding da sua empresa?

Após explorarmos bastante a definição de employer branding, é hora de explicarmos como aplicá-lo na prática.

Então veja os pontos mais importantes para começar a trabalhar a marca empregadora em sua empresa.

Confira!

Antes de tudo, verifique a situação atual da empresa e avalie todos os benefícios oferecidos.

Além disso, analise também questões como o ambiente, o clima organizacional, a cultura, os valores, a liderança etc.

Assim, fica mais fácil entender o que pode ser mudado e melhorado a fim de fortalecer a reputação da empresa.

Por que a empresa está investindo na criação de uma marca empregadora? Quais são os objetivos por trás desta tática?

Atrair novos talentos? Aumentar o número de candidatos? Fortalecer a cultura organizacional? Melhorar a retenção dos colaboradores?

Enfim, essa é uma etapa fundamental, que norteia a implementação dessa estratégia.

 Logo, lembre-se de deixar todos os objetivos bem claros.

Além disso, faça um mapeamento dos valores que a empresa definiu ou deseja definir para os próximos anos.

Afinal, a missão, visão e os valores guiarão não só o planejamento, como também a identidade e a utilidade das ações.

Por isso, é importante que a cultura organizacional seja revisitada e alinhada conforme os objetivos do negócio.

Acompanhe desde o início a jornada dos colaboradores, ou seja, todas as etapas, desde a atração, seleção, admissão, onboarding, integração e desligamento.

Ao observar essa jornada, você irá entender como o funcionário se comporta nesse processo e que ações você pode tomar para melhorá-lo, servindo também como informações de pesquisa para mensuração dos resultados.

Qual o papel do RH na construção do employer branding?

branding que seja eficaz e garanta a boa gestão da marca.

Mas, como vimos, a equipe de marketing também deve se comprometer com o empoderamento da marca empregadora, para a criação de uma estratégia unificada.

Enquanto o Rh fornece indicadores favoráveis, por meio de suas políticas, o marketing deve desenhar uma estratégia para divulgar esses resultados.

Conclusão

O employer branding é um conjunto de estratégias que deve ser adotado pelas empresas para cuidar da gestão de pessoas e fortalecer sua imagem como marca empregadora.

Por meio dessas ações, a empresa tem mais chances de ser reconhecida como um ótimo lugar para se trabalhar.