No artigo de hoje, vamos resumir ideias centrais sobre O que faz parte de um plano estratégico de RH. 

Boa leitura!

Muita gente acredita que o departamento de Recursos Humanos é responsável por cuidar apenas de recrutamento e seleção, eventos internos, benefícios, folha de ponto, dentre outras questões administrativas.

Mas o RH vai muito além disso. É de responsabilidade do setor cuidar das pessoas, um dos maiores ativos de uma organização.

O papel do Gerente de RH

Com tanto o que gerir, um gerente de RH se percebe, muitas vezes, tendo que escolher entre apagar incêndios ou criar meios de prevenir que mais problemas aconteçam. O que acaba gerando aflição, pois, o tempo e os recursos não são suficientes para lidar com tantas demandas. Mas será que existe alguma forma de fazer diferente disso? Sim, existe. 

Chama-se Plano de RH estratégico

Sem um plano bem definido e metas claras, é impossível saber onde se quer chegar e, consequente, as ações mais importantes não são priorizadas. O que leva um líder a cair na rotina de apenas resolver os problemas que chegam, sem ter a chance de gerar melhorias reais para o setor

O que é planejamento estratégico de RH?

É a definição de um plano com as estratégias necessárias para se atingir metas e objetivos esperados. Nele são descritas as ações e como elas serão realizadas, bem como a divisão de tarefas e os prazos para execução.

Esse plano é necessário para alinhar metas corporativas e também resolver as necessidades dos colaboradores.

Além disso, um plano estratégico permite que os gestores tenham um norte de trabalho, facilitando o gerenciamento das atividades desenvolvidas pelas equipes.

Plano de RH estratégico

O que faz parte de um plano estratégico de RH?

Sem planejamento, o trabalho não é desenvolvido de maneira eficiente. Há desorganização, descontrole e insatisfação dos colaboradores. Esse cenário faz com que a produtividade seja baixa e dificulta o atingimento das metas. Por isso, é importante ter em mente o que faz parte de um plano estratégico de RH, a fim de fazer o planejamento que contemple todas as demandas da empresa.

Definição de objetivos da organização​

Antes de iniciar o plano é preciso determinar sua finalidade. O que a empresa quer? O que é preciso ser feito? A estrutura está adequada? Somente com essas respostas será possível entender as reais demandas da empresa e planejar ações direcionadas para resolvê-las.

Plano estratégico

Faz parte do plano estratégico de RH a capacitação das lideranças

O planejamento de RH contempla ações que interferem no funcionamento geral da empresa e no desempenho dos trabalhadores. Portanto, é imprescindível que todos os setores estejam alinhados para que seus líderes possam atuar dentro do projeto estabelecido e saibam como guiar as equipes.

Para tanto, é necessário capacitar os gerentes. Eles precisam aprender a administrar o tempo e suas emoções, aperfeiçoar suas habilidades técnicas, explorar o potencial dos colaboradores e envolvê-los nas tarefas.

Só assim será possível atender as expectativas previstas no planejamento e entregar os resultados necessários para o cumprimento das metas.

Treine a Liderança

"Liderança tem que ser exemplar. Chefe você obedece, líder você admira e segue." (Mario Sergio Cortella)

Liderança Inteligente

O líder precisa ser capaz de ouvir, criar, dirigir e motivar para alcançar os resultados em equipe.

Análise Swot

A análise ajuda a empresa a identificar as forças, fraquezas, ameaças e oportunidades. Ela é fundamental para entender as necessidades de cada setor e embasar a definição das metas dentro do plano estratégico. Sendo assim, não pode faltar no desenho do plano estratégico de RH a elaboração da análise Swot da empresa e setores envolvidos.

Investimento em tecnologia

Sistemas específicos para a gestão de RH são indispensáveis, pois eles levantam dados e informações relevantes de maneira rápida, que servem como base para o planejamento de ações estratégicas.

Com os recursos tecnológicos atuais, o RH consegue realizar todas as suas rotinas de praxe, como processos de recrutamento, folha de pagamentos, gestão da jornada de trabalho, treinamentos e avaliação comportamental dos colaboradores, dentre outras.

A tecnologia faz diferença! Veja o depoimento:

“Tempo é dinheiro”

A tecnologia otimiza os processos, traz agilidade, assertividade e resultados seguros. Tudo isso contribui para o aumento da produtividade e permite que haja mais tempo hábil para a adoção de estratégias que contribuam para um ambiente de trabalho mais saudável e equilibrado.

Desta forma, é fundamental que já em seu plano estratégico, o gestor de RH consiga prever recursos para contratar ferramentas que ajudarão na execução do plano, bem como posteriormente na análise dos dados.

Dicas de como criar um bom plano estratégico de RH

Para obter sucesso, não basta só saber o que faz parte de um plano de RH.  Também é necessário tomar alguns cuidados durante o desenvolvimento do planejamento estratégico. Seguem algumas dicas importantes:

Para obter um diagnóstico assertivo, envolva os líderes e os membros de suas equipes. Compare os dados fornecidos por ambas as partes e aí conseguirá informações mais próximas da realidade.

– Estabeleça metas possíveis de serem atingidas. Metas inatingíveis deixam os colaboradores sobrecarregados, frustrados, ansiosos e isso prejudica o rendimento da equipe. Além disso, quando se definem metas possíveis, fica mais fácil fazer um planejamento de RH coerente com a realidade e mais eficiente.

– Avalie os resultados periodicamente para saber se o plano de RH está dando certo ou se precisa de ajustes durante o processo.

 

Conclusão

Vimos aqui a importância e o que faz parte de um plano estratégico de RH. Quando esse departamento está bem preparado e organizado, é capaz de criar ações relevantes para o desenvolvimento de toda a empresa.

Sem planejamento, é mais difícil atingir metas, controlar o tempo e gerir pessoas e recursos financeiros. Um plano estratégico é a certeza de sucesso!