Janeiro Branco – este é o tema do conteúdo de hoje.

Nos últimos anos, as ocorrências de transtornos mentais aumentaram muito ao redor do mundo.

Só no Brasil, segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Ipsos, 53% dos brasileiros entrevistados relataram ter tido problemas relacionados à saúde mental em 2020.

É por essas e outras razões que temas como depressão, ansiedade e estresse têm gerado muitos debates em torno da importância dos cuidados para manter a mente saudável..

1 %
Dos brasileiros

relataram ter tido problemas relacionados à saúde mental em 2020.

E, é claro que as empresas não poderiam ficar de fora dessas discussões, afinal, em 2023 faz um ano que a Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou a Síndrome de Burnout como doença ocupacional.

Já que o primeiro mês do ano é dedicado à campanha de conscientização sobre saúde psicológica e bem-estar emocional, aproveitamos a data para abordarmos sobre a importância do Janeiro Branco e da promoção da saúde e bem-estar do colaborador.

Além disso, você também vai saber como os setores de RH podem ajudar a aumentar a qualidade de vida nas empresas e promover um ambiente corporativo saudável.

Acompanhe!

Movimento Janeiro Branco: saúde mental nas empresas

janeiro branco

A campanha nacional para conscientizar a população sobre saúde mental e emocional foi idealizada pelo psicólogo mineiro Leonardo Abrahão.

O objetivo principal do Janeiro Branco é incentivar a sociedade a adotar hábitos de autocuidado e autoconhecimento, ajudando na prevenção e no tratamento de doenças mentais.

Mas, o primeiro mês do ano não foi uma escolha aleatória para a campanha. Isso porque janeiro já representa um período de planejamento e reflexão sobre as realizações para os demais meses do ano.

Logo, é o momento ideal para colocar o assunto em pauta e dar a devida atenção à saúde mental, inclusive no meio corporativo.

Janeiro Branco 2023: o ano do equilíbrio

Estima-se que 70% da população ativa brasileira sofre com excesso de estresse, conforme aponta pesquisa do International Stress Management Association (ISMA-BR).

Além disso, dados da Previdência Social mostram que em 2017 a depressão foi uma das principais causas que levaram os funcionários a pedirem afastamento do trabalho.

Inclusive, os afastamentos e adoecimentos representam um grande problema para o desenvolvimento dos negócios. 

Conforme sabemos, frequentemente os setores de RH recebem colaboradores bastante exaustos, muitas vezes por não ter equilíbrio entre vida profissional e pessoal.

A propósito, a campanha Janeiro Branco deste ano traz como mote “O Ano do Equilíbrio”, a fim de chamar a atenção para a necessidade de manter o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, sobretudo em um mundo de rápidas e constantes mudanças.

Janeiro Branco: O Ano do Equilíbrio

Por que sua equipe de RH deve priorizar a saúde mental dos funcionários?

Basicamente, porque empresas que não possuem uma cultura organizacional de bem-estar fortalecida podem ter vários problemas como, por exemplo:

Em síntese, empresas que não planejam ações de RH para saúde do colaborador acabam perdendo dinheiro e vantagem competitiva.

Como o RH pode ajudar a promover um ambiente corporativo saudável?

ambiente corporativo saudavel

Muitas vezes, criar maneiras de ajudar os colaboradores a terem uma vida mais tranquila no trabalho é um verdadeiro desafio para o setor de RH.

Principalmente pela dificuldade de entender as causas da insatisfação dos colaboradores e do surgimento dos problemas psicológicos.

Ademais, saúde mental ainda é um tema visto como tabu em muitas empresas.

Apesar de tudo isso, é fácil perceber que organizações que priorizam o bem-estar dos colaboradores acabam se destacando como os melhores lugares para se trabalhar.

Pensando nisso, listamos algumas estratégias que o seu time de RH pode adotar para aderir ao Janeiro Branco e preservar a saúde mental dos colaboradores.

Janeiro Branco: 4 ações de RH para cuidar da saúde mental dos profissionais

Sem dúvida, o Janeiro Branco serve de incentivo para que as empresas comecem a pensar em ações voltadas para a saúde psicológica e emocional dos colaboradores.

A seguir, veja alguns exemplos de ações que a gestão de RH pode programar junto a equipe e implementar para promover a campanha.

A princípio, é muito importante que os colaboradores tenham consciência sobre a importância de manter a saúde mental em dia.

Nesse sentido, é fundamental promover campanhas internas sobre o tema. É possível fazer isso organizando palestras com especialistas da área, desenvolvendo workshops e até mesmo compartilhando conteúdos relevantes.

Ademais, considere a possibilidade de abrir espaço para que os colaboradores exponham seus conflitos internos.

 Assim, a empresa ajuda a formar uma rede de apoio para orientar, informar e acolher os profissionais ajudando-os a enfrentar o adoecimento psicológico.

A empresa também deve tratar os problemas com naturalidade, evitando estigmatizar ainda mais as doenças mentais.

A manutenção de um bom clima organizacional, com um ambiente de trabalho agradável e boas relações também traz benefícios para a saúde mental de todos.

Desse modo, é válido buscar um clima agradável e tranquilo, sem cobranças e competitividade excessivas e com alinhamento entre os times.

Além disso, é importante que o RH aplique pesquisas de clima regularmente para entender a percepção da equipe sobre a cultura organizacional e o ambiente laboral.

Por fim, as pesquisas ainda ajudam a mensurar o que está bom e a criar insights que ajudam a empresa a melhorar a experiência do colaborador.

Além de capacitar o time de RH, também é necessário treinar os líderes, pois a atuação deles impactam diretamente no bem-estar e na saúde mental dos colaboradores.

Em outras palavras, a forma como um líder se porta pode fazer toda a diferença no modo como os profissionais enxergam o ambiente de trabalho.

Logo, é essencial treinar as lideranças, assim, elas terão clareza sobre como podem contribuir para o fortalecimento de uma cultura focada na saúde mental.

4. Pense em formas de proporcionar o equilíbrio entre vida pessoal e profissional

Assim como ressalta a campanha Janeiro Branco deste ano, um ambiente de trabalho saudável deve prezar pelo equilíbrio entre a vida profissional e pessoal do colaborador.

Nesse sentido, uma das maneiras de evitar o esgotamento mental causado pelo excesso de trabalho é adotar políticas menos rígidas a fim de melhorar a qualidade de vida no trabalho.

Em seguida, algumas iniciativas que podem ser eficientes:

saúde mental dos colaboradores

Considerar a possibilidade de trabalho remoto.

Fazer rodízios com folgas semanais para que eles tenham mais tempo de resolver assuntos pessoais.

Flexibilizar os horários de trabalho para que os funcionários se sintam mais produtivos e menos sobrecarregados.

Adotar jornadas flexíveis na empresa pode garantir bons resultados para o negócio, além de uma melhora significativa para os colaboradores. Mas, para evitar transtornos para a organização, é indispensável implantar um sistema de controle de ponto pelo celular.

Com o aplicativo de ponto da TWO, os colaboradores registram seus horários de trabalho online, de qualquer lugar, sem estresse nem ansiedade. 

Conclusão

Neste artigo, abordamos sobre o Janeiro Branco e a importância da campanha no âmbito organizacional.

Conforme você deve ter notado, o cuidado com a saúde mental e bem-estar do colaborador exige estratégias efetivas, que devem ser planejadas e colocadas em prática pelo setor de Recursos Humanos não apenas em janeiro, mas durante todo o ano, para produzir resultados reais.