Além de colocar o capital humano no centro da estratégia da empresa, este modelo também promove o fortalecimento do negócio em longo prazo.

Mas, para desenvolver um RH mais estratégico, os gestores precisam assumir um papel mais tático e menos operacional.

Sabemos que essa não é uma tarefa fácil, contudo, estamos aqui para te ajudar!

Neste conteúdo, você vai ver como implementar uma estratégia de RH de maneira efetiva.

Acompanhe!

Sumário

Gestão de RH - Um homem tocando um projeto holográfico

Como é a atuação de um RH estratégico?

Uma gestão estratégica de RH requer uma atuação focada em resultados.

Desse modo, o setor deve se apoiar em dados e estruturar planos para atingir os objetivos da organização. 

Além disso, no RH estratégico, a gestão deixa de ser apenas burocrática e passa a atuar em conjunto com as demais áreas.

Portanto, é um meio de gerenciamento que prevê as metas e os resultados de negócios da organização em longo prazo.

Em síntese, é quando a área vai além dos deveres administrativos e se integra às estratégias de planejamento, às políticas e às metas da empresa, além de atuar para o desenvolvimento da cultura organizacional.

Diferenças entre gestão estratégica de RH e a gestão tradicional

Existe uma grande diferença entre RH estratégico e tradicional. Confira a seguir, as principais características de cada um deles.

RH tradicional

O RH tradicional foca mais nos procedimentos burocráticos e formais da empresa, como por exemplo, contratação e desligamento, gestão de pessoal, folha de pagamento, cálculos trabalhistas, entre outros.

Além disso, seus objetivos estão voltados para o gerenciamento das relações de trabalho de forma mais tradicional, seguindo o padrão conforme a legislação.

Já o modelo hierárquico é marcado por certa distância entre o gestor e o liderado, com uma comunicação padronizada e ligada à hierarquia vertical.

Portanto, há pouco espaço para trocas de informação e integração.

Por fim, no RH tradicional,  ainda é comum o uso de planilhas, processos manuais e tomadas de decisões não embasadas em dados.

Gestão estratégica de RH

O papel do RH estratégico é buscar o sucesso do negócio por meio de ações planejadas.

Com a ajuda da tecnologia, ele realiza o fit cultural do colaborador com a empresa, integra os profissionais e otimiza os processos internos.

Leia mais: Recursos Humanos: como medir o clima organizacional da empresa?

Além disso, uma gestão estratégica de RH prioriza a hierarquia horizontal na comunicação, facilitando o acesso entre o líder e sua equipe.

Esse modelo de gestão ainda propõe diversidade e inovação às áreas da organização, incentiva a criatividade, realiza avaliações para melhorar o desempenho.

Ademais também utiliza pesquisas para entender melhor o ambiente interno e também sugere soluções que visam o crescimento e evolução da empresa em conjunto com as pessoas.

 

Conheça nosso sistema de controle de jornada de trabalho.

workforce-planning

A importância do RH estratégico nas empresas

O RH estratégico é fundamental para alinhar os interesses da empresa aos do colaborador e para manter todos engajados com suas metas e objetivos.

Logo, adotar uma gestão estratégica de RH prepara os colaboradores de forma eficaz. Os incentivos ofertados aos profissionais podem aumentar o senso de pertencimento do colaborador na empresa e garantir sua permanência.

É importante destacar que a comunicação feita pelo RH estratégico é horizontal justamente por entender que a empresa é feita por quem faz com que ela funcione, ou seja, as pessoas.

Por isso, é necessário que a empresa desenvolva ações que valorizem o capital humano.

Além disso, a gestão estratégica também acompanha as transformações do mercado e utiliza ferramentas inteligentes para analisar o cenário e tomar decisões mais assertivas.

Rh estratégico nas empresas: dificuldades e desafios

Apesar de ser importante para os negócios, a implementação da gestão estratégica ainda representa um desafio para muitos gestores de RH.

Isso porque muitos profissionais não pensam a gestão de pessoas de maneira estratégica.

Além disso, várias empresas ainda não estão de fato comprometidas com o aprimoramento das práticas de Recursos Humanos visando um melhor desempenho nos resultados.

Nesse contexto, os principais fatores que dificultam a adoção de um RH estratégico são:

  • Falta de recursos financeiros ou tecnológicos.
  • Ausência de incentivo da alta administração da organização.
  • Alta demanda administrativa.
  • Excesso de burocracia.
  • Os múltiplos papéis exercidos pelos gestores de RH.

Sendo assim, para desenvolver uma estratégia voltada para a gestão de pessoas, os gestores da área precisam ir além das funções operacionais corriqueiras.

departamento pessoal - Gestão de RH

Veja como implantar uma gestão estratégica de RH

Agora que você sabe qual a importância do RH pautado em estratégia, chegou a hora de falarmos sobre como você pode implantá-lo na sua empresa.

Confira abaixo:

Mapeie os indicadores organizacionais

Em primeiro lugar, é fundamental entender os objetivos e a direção estratégica do negócio.

Se isso não estiver claro para todas as partes envolvidas, será difícil conseguir o alinhamento e apoio às estratégias da empresa.

Logo, comece obtendo mais informações sobre as metas e os tipos de relatórios usados.

As respostas devem gerar diretrizes claras. Portanto, tenha proatividade para entender os objetivos específicos de diferentes departamentos.

Afinal, prevenir os problemas é bem melhor que solucionar conflitos internos.

Analise os indicadores de RH

Logo após, avalie os indicadores do departamento de RH e veja quais se encaixam nos KPIs da empresa.

Para alinhá-los, a chave será justamente descobrir como eles afetam uns aos outros.

No entanto, não basta saber o que medir. Além disso, é preciso saber o que fazer com os valores adquiridos e onde você deseja chegar.

Em outras palavras, estabeleça uma meta antes de avaliar possíveis alterações ao longo do tempo e acompanhar o progresso dos objetivos.

ferramenta para gestão de tarefas

Crie hipóteses para validar os objetivos

Para articular seus objetivos e saber o que pode funcionar ou não, vale testar algumas hipóteses.

Por exemplo: Imagine que o objetivo do negócio seja aumentar a produtividade.

Neste caso, as hipóteses podem ser:

  • Avaliar a eficácia do processo de onboarding de colaboradores.
  • Automatizar o trabalho de recrutamento por meio do uso de um software de RH.

Leia também: Onboarding: como melhorar o processo de admissão de funcionários?

Depois de criar hipóteses e testá-las, você precisa garantir a medição do progresso das mesmas.

Assim, fica mais fácil ter um norte para alinhar os objetivos do RH às metas de negócios e demonstrar como o setor está apoiando os negócios com dados relevantes.

Construa uma relação de parceria

Ademais, para implementar uma gestão estratégica de RH, também é importante que o time comece a atuar em conjunto com todas as áreas, desenvolvendo um planejamento estruturado.

Esse planejamento, por sua vez, deve manter-se atualizado sobre tudo o que acontece nas diferentes áreas e trabalhar para que o capital humano da organização atenda às necessidades dos diferentes departamentos.

e-social - Gestão

Avalie a consistência dos dados coletados

Aqui, vale a pena verificar se a organização inteira está ‘falando a mesma língua’.

Mas, por que isso é importante?

Bem, porque os dados precisam ser comparáveis para resultar em uma tomada de decisão assertiva.

Exemplificando, o indicador de rotatividade precisa caracterizar a mesma coisa tanto para o departamento pessoal, quanto para as demais áreas, ou seja, ele precisa ser interpretado da mesma forma.

Ele inclui apenas funcionários que saem da empresa voluntariamente ou todo colaborador que não faz mais parte da organização?

Enfim, tudo precisa estar bem alinhado para gerar dados precisos.

Revise as métricas comuns de RH e apresente-as com clareza

Nesta etapa, os dados precisam ser analisados ​​de uma nova maneira ou apresentados em um novo formato.

Tome medidas que garantam que o foco esteja nas métricas que impactem a equipe executiva a tomar decisões como foco no atingimento dos objetivos estratégicos.

Logo, tente explicar em detalhes como a contratação de funcionários de qualidade afeta positivamente os resultados da empresa.

Mas não se esqueça da apresentação, pois se for mal executada, seus dados poderão perder esse impacto.

Portanto, considere a melhor forma de demonstrá-los de maneira a facilitar a tomada de decisões.

Supondo que uma meta organizacional fosse a melhoria do lucro, nesse caso, talvez você pudesse apresentar uma redução na rotatividade financeiramente e depois, mostrar como essa redução impactou as despesas, melhorando a lucratividade.

Dessa forma você demonstra os dados de uma maneira que se vincula às metas, em vez de simplesmente mostrar porcentagens de rotatividade.

Mensure as metas

Por último vem a medição. Ela é essencial, tanto para monitorar como os indivíduos e departamentos estão cumprindo seus objetivos, quanto para garantir que as atividades continuem a refletir os objetivos gerais.

Em síntese, analisar e mensurar as metas propostas é uma medida indispensável para conectar a estratégia às operações e permitir que as organizações tenham uma gestão de RH muito mais estratégica e assertiva.

 

Conclusão

Conforme você deve ter percebido durante a leitura deste artigo, a gestão estratégica para RH é uma necessidade cada vez mais urgente para empresas que desejam impulsionar seus negócios.

Nesse sentido, uma área tão importante e estratégica como é a área de Recursos Humanos, precisa contar com o suporte da tecnologia para modernizar seus processos.

Logo, além de executar essa estratégia e enfrentar os desafios dos novos modelos de negócios disruptivos, o gestor de RH também deve buscar por metodologias e soluções para agilizar a rotina do DP e otimizar as tarefas operacionais.

Entenda um pouco mais sobre o uso da tecnologia na gestão de RH

Somente assim, o setor se tornará mais analítico e orientado a resultados.

Que tal começar a gerenciar o seu RH de maneira mais estratégica e inteligente com uma ferramenta de controle de ponto online?

Com o sistema de controle de ponto eletrônico da TWO, você não precisa perder tempo calculando as horas de trabalho dos colaboradores.

Fale com um de nossos especialistas e veja como funciona