Como o ponto eletrônico aumenta a produtividade no RH?

ponto eletrônico aumenta a produtividade no rh
15 min de leitura direto

Uma das principais vantagens do ponto eletrônico é a redução das tarefas burocráticas relacionadas ao controle de jornada. Com isso, o RH pode direcionar seus esforços para ações mais estratégicas voltadas à gestão de pessoas, aumentando sua produtividade e eficácia.

Você já parou para pensar como o ponto eletrônico pode ser uma ferramenta poderosa para aumentar a produtividade no RH?

Com o avanço da tecnologia, muitas empresas têm adotado sistemas eletrônicos de controle de jornada de trabalho, e os benefícios vão muito além de apenas registrar a entrada e saída dos colaboradores.

Neste artigo, vamos conversar como o ponto eletrônico aumenta a produtividade no RH, além de melhorar a gestão de tempo e impulsionar a eficiência no ambiente de trabalho. Vamos lá?

Vá direto ao ponto!

Qual é a relação entre o ponto eletrônico e a produtividade no RH?

A relação entre o ponto eletrônico e a produtividade no RH é estreita e benéfica para as empresas. Ao adotar um sistema de controle de jornada automatizado, como o ponto digital via programa ou REP-P, o RH ganha em eficiência e agilidade.

Isso ocorre porque o ponto eletrônico permite o acesso a dados em tempo real, tornando a gestão de jornada mais rápida e precisa.

Uma das principais vantagens do ponto eletrônico é a redução das tarefas burocráticas relacionadas ao controle de jornada. Com isso, o RH pode direcionar seus esforços para ações mais estratégicas voltadas à gestão de pessoas, aumentando sua produtividade e eficácia.

Além disso, o ponto eletrônico automatiza os cálculos, minimizando possíveis erros na folha de pagamento, e aumenta a transparência na relação trabalhista.

Com dados em tempo real, as empresas podem tomar decisões mais assertivas, o que contribui para a redução de custos e evita processos trabalhistas que consomem tempo e recursos do RH e do setor jurídico.

Outra vantagem é a facilidade de registro, mesmo offline, proporcionando maior flexibilidade aos colaboradores e simplificando os processos administrativos. Assim, fica claro que o ponto eletrônico aumenta a produtividade, e não apenas otimiza a gestão de jornada, além de também contribuir significativamente para a eficiência do departamento de RH.

O que a lei diz sobre o ponto eletrônico?

De acordo com a legislação trabalhista brasileira, mais especificamente o art. 74 da CLT, empresas que possuem mais de 20 colaboradores são obrigadas a realizar o controle de ponto. Isso inclui a anotação da hora de entrada e saída, podendo ser feita de forma manual, mecânica ou eletrônica, conforme as orientações da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia

No entanto, essa obrigatoriedade não se limita apenas a empresas com um grande número de funcionários, pois é recomendável que todas as empresas realizem algum tipo de controle de jornada.

A gestão desses dados de entrada, saída e horas extras dos colaboradores não só auxilia na organização interna, mas também pode prevenir processos trabalhistas, proporcionando segurança jurídica à empresa ao fornecer registros autênticos da jornada dos funcionários.

Além da CLT, é fundamental considerar a Portaria 671, que regulamenta os modelos de ponto eletrônico permitidos por lei.

O art. 74 desta portaria estabelece que o sistema de registro eletrônico de ponto deve registrar de forma precisa as marcações realizadas pelos colaboradores. Além disso, o art. 75 descreve os três tipos de sistemas de registro eletrônico de ponto permitidos: o convencional (REP-C), o alternativo (REP-A) e o via programa (REP-P).

Esses sistemas são compostos por diferentes dispositivos e programas que garantem a fidelidade e segurança das informações registradas.

Vantagens do ponto eletrônico para as empresas

O ponto eletrônico representa um impulso significativo para a produtividade das empresas, trazendo uma série de benefícios tanto para os empregadores quanto para os funcionários. Vamos explorar algumas das principais vantagens dessa ferramenta:

Pagamento preciso:

Com o controle de ponto eletrônico, os registros de jornada são autênticos e precisos, o que garante um fechamento correto da folha de pagamento. Isso evita gastos desnecessários com horas extras e cálculos incorretos, prevenindo possíveis processos trabalhistas no futuro.

Uma das grandes vantagens do ponto eletrônico é a flexibilidade que oferece aos colaboradores.

Com registros remotos via web ou aplicativo, os funcionários podem gerenciar seu tempo de trabalho de forma mais conveniente, possibilitando um melhor equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

Essa flexibilidade também permite à empresa adotar modelos de trabalho mais flexíveis, como o home office, sem perder o controle dos horários de trabalho dos funcionários.

O ponto eletrônico promove maior transparência nas relações trabalhistas, uma vez que os dados de jornada são acessíveis em tempo real tanto para a empresa quanto para os colaboradores.

Além disso, o sistema de ponto eletrônico está em conformidade com a legislação trabalhista e conta com medidas antifraude que garantem a autenticidade das marcações, oferecendo assim uma proteção jurídica para a empresa.

Ao integrar o ponto eletrônico à gestão de jornada, as empresas ganham em eficiência. Com registros em tempo real, o processo de controle de ponto se torna mais ágil e assertivo.

Isso facilita não apenas o registro de ponto, mas também o manuseio e a análise de dados, tornando as rotinas administrativas relacionadas à folha de pagamento mais rápidas, produtivas e eficientes.

Como o ponto eletrônico aumenta a produtividade no RH?

O ponto eletrônico aumenta a produtividade no RH, proporcionando uma série de resultados positivos que impactam diretamente no desempenho da empresa.

Automatização do acompanhamento do tempo de trabalho:

Ao adotar o ponto eletrônico, a empresa automatiza o acompanhamento da jornada de trabalho dos colaboradores em tempo real.

Isso significa que o RH tem acesso rápido e eficiente aos dados de entrada, saída e horas trabalhadas, possibilitando uma gestão mais precisa e assertiva do tempo de trabalho de cada funcionário.

Com essas informações em mãos, é possível tomar decisões mais estratégicas em relação à distribuição de tarefas e ao planejamento de projetos, o que contribui para o aumento da produtividade.

A desburocratização proporcionada pelo ponto eletrônico reduz significativamente a carga administrativa relacionada ao registro de ponto.

Ao eliminar tarefas manuais e repetitivas, o RH ganha tempo para se concentrar em atividades mais estratégicas, como o desenvolvimento de políticas de engajamento e retenção de talentos.

Dessa forma, o departamento de RH se torna mais ágil e eficiente, impulsionando a produtividade organizacional como um todo.

O sistema eletrônico de ponto fornece dados detalhados sobre o desempenho dos colaboradores em tempo real.

Essas informações são valiosas para a avaliação de desempenho, permitindo identificar padrões de comportamento, como o absenteísmo, identificar possíveis gargalos na produtividade e tomar medidas corretivas rapidamente.

Com uma gestão mais eficaz do desempenho, a empresa pode otimizar a utilização de recursos e maximizar a eficiência operacional.

Ao integrar o ponto eletrônico à gestão de RH, a empresa melhora significativamente sua eficiência na gestão de pessoas.

Com acesso a dados precisos e atualizados sobre as jornadas de trabalho dos colaboradores, o RH pode tomar decisões mais informadas em relação a horas extras, escalas de trabalho e políticas de contratação.

Isso resulta em processos de gestão mais eficientes e assertivos, que contribuem para o aumento da produtividade e a melhoria do desempenho organizacional.

Como garantir a produtividade com o ponto eletrônico?

Para garantir a produtividade com o ponto eletrônico, é essencial que a empresa adote algumas práticas e estratégias fundamentais.

1. Escolha do sistema adequado:

A seleção do sistema de ponto eletrônico mais adequado às necessidades da empresa é crucial. Isso inclui considerar aspectos como facilidade de uso, funcionalidades oferecidas, integração com outros sistemas e conformidade com a legislação trabalhista.

Ao escolher um sistema que atenda efetivamente às necessidades da organização, é possível garantir um controle de jornada eficiente e preciso.

2. Utilização completa dos recursos:

Uma vez implementado o sistema de ponto eletrônico, é importante que a empresa explore todas as funcionalidades e recursos oferecidos pela plataforma. Isso inclui garantir a transparência nos acessos e registros de dados, além de realizar um monitoramento constante das informações de jornada dos colaboradores.

Ao utilizar todas as ferramentas disponíveis, a empresa pode maximizar os benefícios do ponto eletrônico e garantir uma gestão mais eficaz do tempo de trabalho.

3. Formação e treinamento:

Promover formações e treinamentos sobre o uso correto do ponto eletrônico é essencial para garantir sua eficácia.

Os colaboradores precisam entender como utilizar o sistema adequadamente, registrar corretamente suas jornadas e compreender as políticas internas relacionadas à jornada de trabalho, como horas extras, faltas e atrasos.

Investir na capacitação dos funcionários contribui para a adoção efetiva do ponto eletrônico e evita problemas decorrentes de erros ou má utilização do sistema.

4. Monitoramento constante:

A empresa deve estar atenta ao monitoramento constante das informações de jornada fornecidas pelo ponto eletrônico. Isso permite identificar rapidamente possíveis problemas relacionados à jornada, como horas extras excessivas, sobrecarga de trabalho e atrasos recorrentes.

Com acesso a dados em tempo real, a empresa pode agir prontamente para corrigir essas questões e garantir um ambiente de trabalho mais produtivo e saudável para seus colaboradores.

Tela inicial de um dos tipos de controle de ponto, o controle de ponto digital

Qual é o melhor ponto eletrônico para aumentar a produtividade do RH?

A TWO é a melhor opção de ponto eletrônico para impulsionar a produtividade do departamento de RH.

Com uma plataforma robusta e repleta de recursos, a TWO oferece tecnologia de ponta e acesso a dados em tempo real, proporcionando uma gestão de ponto eficiente e estratégica.

O sistema da TWO é projetado com foco na gestão de pessoas de forma humanizada, permitindo que as empresas otimizem seus processos e se tornem mais eficientes.

Com acesso fácil e rápido aos dados de jornada dos colaboradores, seja via web ou aplicativo, o RH pode tomar decisões mais informadas e assertivas em relação ao controle de ponto.

Além disso, a plataforma da TWO está em conformidade com as diretrizes da CLT, da LGPD e da Portaria 671, garantindo segurança jurídica e tranquilidade para o departamento de RH.

Isso permite que a empresa equilibre facilmente escalas de horas extras, banco de horas e outras questões relacionadas à jornada dos funcionários, sem se preocupar com questões legais.

A TWO também oferece diversas facilidades aos colaboradores, como múltiplas formas de registro, incluindo reconhecimento facial, senha e geolocalização. Essa variedade de opções torna o processo de registro de ponto mais conveniente e acessível para os funcionários, contribuindo para uma maior adesão ao sistema.

Com a TWO, o processo de gestão de jornada da sua empresa se tornará mais eficiente, produtivo e transparente.

Se você deseja saber mais sobre como a TWO pode beneficiar sua empresa, fale com um de nossos especialistas e conheça nossa solução!

Conclusão

O ponto eletrônico deve ser visto como um aliado indispensável na gestão de jornada, possibilitando a automação de um processo tradicionalmente burocrático na rotina de trabalho das empresas. Essa automação não apenas simplifica as operações do RH, mas também o torna mais eficiente e estratégico.

Ao automatizar o controle de ponto, a empresa obtém acesso imediato a dados precisos em tempo real, reduzindo erros e garantindo conformidade com as regulamentações trabalhistas. Isso se traduz em uma gestão mais ágil e eficaz, além da prevenção de possíveis questões jurídicas decorrentes de registros imprecisos.

A relação entre controle de ponto e produtividade é inegável. Empresas que adotam sistemas eletrônicos de gestão de jornada colhem grandes benefícios, como pagamentos mais precisos devido ao fechamento correto da folha de pagamento e uma gestão mais eficiente.

No entanto, para alcançar essa eficiência, é crucial escolher um sistema de ponto eletrônico que atenda às necessidades específicas da empresa.

A TWO se destaca como uma solução que combina tecnologia avançada com foco na gestão de pessoas, proporcionando uma experiência completa e eficaz para as empresas e seus colaboradores.

Ao investir em uma solução como a TWO, as empresas podem potencializar sua produtividade e otimizar seus processos de RH de forma significativa.

Mas para que tudo isso funcione bem, é importante escolher um sistema de ponto que seja bom para a empresa.  Com a TWO, as empresas podem melhorar sua produtividade e tornar o trabalho do RH mais simples e eficiente.

Posts relacionados

O empregado que comete fraude no controle de ponto pode sofrer diversas consequências legais, incluindo…
Enquanto o Cartão de Ponto requer a presença física dos funcionários no local de trabalho…
O registro de ponto pelo celular é realizado por meio do smartphone do colaborador e…